lostworld


 
InícioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» taverna do ponei saltitante entrem divirta-se/falem combinem mas não esqueçam de postar
Qui Set 10, 2009 2:28 pm por Kirah

» Thril, o Anão
Sex Out 24, 2008 1:26 am por Thril

» DUCK, DUCK, DUCK... GOSSED!!
Qua Out 15, 2008 6:04 pm por Lara Willians

» Salada - Mista
Seg Out 13, 2008 11:49 pm por Josh McDowell

» Feliz aniversário
Dom Out 12, 2008 7:54 pm por Anne Linderman

» Salva ou Afoga
Qui Out 09, 2008 6:22 am por Manad

» Josh McBride-Cavaleiro/Cowboy
Sab Out 04, 2008 9:25 am por Josh McBride

» Tioooo tiaaaaaaa faz um conjunto pra mim??
Sab Out 04, 2008 7:50 am por Josh McBride

» Lara Willians - Professora PHD
Qua Out 01, 2008 7:02 pm por Lara Willians

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Fórum
Parceiros

Compartilhe | 
 

 Thril, o Anão

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Thril
Anões
Anões
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 2
Data de inscrição : 24/10/2008

MensagemAssunto: Thril, o Anão   Sex Out 24, 2008 1:26 am

Nome: Thril “o Guerreiro”

Sexo: Masculino





Raça: Anão

Idade: 61


Origem: Erebor

Moradia: Andante

Classe/Ocupação: Guerreiro

Línguas: westron (regular),
khuzdûl (fluente)






Aparência: Thril tem a aparência mais
comum de um anão, alem da baixa estatura tem uma longa barba ruiva. Vê-se um
homem robusto, e arrogante, apesar do tamanho é capaz de intimidar o mais
corajoso. Seus olhos castanhos são profundos, como de um guerreiro experiente.
Tem a mais peculiar marca, no lado direito do peito, onde levou um golpe
potente com um machado de mão( Machados de uma mão, pequenos e que servem para
ser lançados). Thril carrega seu grande machado de guerra nas costas e na
cintura alguns matérias que costuma usar para reparar seus equipamentos.



Personalidade: É orgulhoso ao extremo, se recusando a
qualquer tipo de gesto de piedade, ou qualquer ajuda vergonhosa. Apesar da boa
índole, adora confusões, beber é um hobbie e sempre que pode corta algumas
cabeças de orcs. Evita ao máximo depositar confiança nas pessoas, só dá o
titulo de amigo ou aliado, após um bom tempo de observação e conhecimento da
pessoa. Odeia todo tipo de covardia, e odeia lutar em vantagem numérica,
prefere lutar em desvantagem do que lutar com alguns amigos a mais.



Habilidades:





Exímio Ferreiro: Por ter sido criado em
Erebor, tem um conhecimento vasto em metais, e também é um ótimo artesão,
especializado em forjar coisas.





Combate Perfeito: Sendo um grande
guerreiro, é extremamente hábil com seu machado de duas mãos. Usa-o com
facilidade e agilidade, o que muitos poucos conseguiriam fazer, a não ser com
anos de pratica e batalha.





Sobrevivência: Pode Sobreviver ao frio
e calor intensos, ele resiste até um ponto onde a maioria cairia. Alem de saber
muito bem o que pode e o que não pode comer em uma floresta, facilitando as
longas jornadas onde não possa se alimentar de forma ‘adequada’.



Pontos Fracos:





Beberrão: Adora beber, e é facilmente
enganado enquanto estiver embriagado. Quando se embriaga solta todo tipo de
informação que lhe é pedida.





Fraco em outras armas: É completamente
inábil com outras armas a não ser seu machado, poderia cortar a si próprio no
manuseio de uma espada.





Cicatriz: Sua cicatriz no lado direito
do peito é sensível, qualquer corte, machucado ou dano naquele local, costuma
doer duas vezes mais.



Aprimoramentos:






Positivos:


Sortudo
2 pontos: este Personagem é portador de
uma sorte incrível.


( Por algum motivo não explicito tem
uma sorte maravilhosa. )





Contatos e
Aliados

Lembre-se que os aliados podem morrer com o passar do tempo.
Quando isso ocorrer, assume-se que o Personagem conseguiu
outro aliado no mesmo ramo, passou a conhecer os
descendentes
dele ou seu sucessor. O Mestre deve sempre se lembrar
que os contatos e aliados do Personagem também têm seus
próprios problemas, não estando à disposição de seu Personagem
sempre que acontecer algum problema e que ocasionalmente
também cobrarão favores ou pedirão ajuda a ele (isso pode ser usado como fonte
de Aventuras pelo Mestre). Cada Ponto de Contato equivale a alguns pequenos
contatos.
1 ponto: um aliado importante.


(Gimli era um companheiro de seus pais,
e prometeu ajudar Thril em qualquer situação.)






Negativos:


Espírito
Guerreiro

-1 ponto: Você nunca desiste de uma luta.
-2 pontos: Você sempre procura enfrentar
guerreiros mais
fortes, nem que isso custe toda vida na terra...


(Sendo um anão nunca desiste de lutar,
e sendo orgulhoso demais, procura sempre desafios maiores do que o necessário.)





Má Fama
-1 Ponto: Você é conhecido por algum
feito seu. Que deixa
todos que o conhecem com raiva de você


(Muitos não o vê como um bom homem,
Anões costumam sempre permanecer com sua família ou com outros de sua raça, um
anão solitário não pode ser boa coisa)





Inimigos
-1 ponto cada: o Personagem pode ter
arrumado encrenca
“da grossa” com algum NPC muitíssimo poderoso (algo quase
intocável pelos Jogadores). Pode ser um chefe de
quadrilhas,
um poderoso mago demonologista, um dragão, um clérigo
poderoso,
um sacerdote de Tenebras ou outros. O inimigo pode e deve
ser usado pelo Mestre como pano de fundo para Aventuras e até mesmo como
Background para a Campanha.


(Um guerreiro orgulhoso precisa ser
famoso, o que mais traria fama do que um dragão morto? É odiado por todos os
dragões, nas batalhas é procurado exclusivamente pelas feras.)



História:


Filho de
Hürin e Lhüin, Thril foi criado como futuro ferreiro, profissão que
desempenhava maravilhosamente bem. No entanto, ele sempre quis estar usando a
arma, e não fazendo ela. Seus e pais e também um grande amigo, Gimli
repreendiam o rapaz, diziam que o mundo de fora era algo do qual deveria
evitar. Thril era teimoso, não quis ouvir, ficou em Erebor o suficiente para
crescer e se tornar um bom anão, seus dons de ferreiro eram elogiados sempre.
Mas finalmente havia chegado o momento esperado, a hora em que deixaria de
mexer no ferro quente, e passaria a usar o metal pronto. Passou meses a fio,
produzindo seu machado de guerra, o qual foi tão bem temperado que não pode ser
partido nem pela rocha mais resistente da terra media, no sentido figurado. Sua
armadura, foi forjada por suas próprias mãos, e tem uma camada tão robusta de
metais e ligas de mithril, que flechas são quase inofensivas. Porem, algo que
ele não previa, a forja havia uma falha, o lado direito da armadura tinha uma
falha nas ligas de mithril, o que fez ficar tão vulnerável quanto qualquer
outra armadura. Thril descobriu isso da pior maneira possível. Estava nas
antigas terras de Sauron, por onde os orcs ainda caminhavam, foi atacado por um
pequeno bando, e avançou completamente confiante de sua invulnerabilidade,
sendo golpeado ferozmente por um machado no lado esquerdo do peito, Thril foi
socorrido por uma caravana que avançava nas terras de mordor, eles lutaram com
o bando de Orcs, que bateram em retirada deixando o anão jovem ferido. Thril foi
bem cuidado pelos homens da caravana, e depois decidiu seguir sozinho, seu
orgulho estava ferido, foi golpeado quase fatalmente, por imprudência, a partir
de agora teria de ser um verdadeiro anão, incapaz de cair em batalha. Sua
ferocidade guerreira se tornou inabalável, e nunca se retirou de uma batalha
antes de matar seu inimigo. O jovem anão foi amadurecendo, e se tornando tão
robusto e forte quando sua armadura e seu machado, quis finalmente se tornar um
guerreiro consagrado. Seguiu para as montanhas cinzentas, onde seus
antepassados descreveram haver dragões, um guerreiro que mata um dragão
sozinho, é considerado o maior e mais corajoso guerreiro, titulo perfeito a um
anão.


O que ele
não esperava era que o dragão fosse praticamente invulnerável a seu machado,
que não penetrava nas escamas, percebendo então que o único meio de matar o
gigante seria o coração, o anão escalou o grande monstro, usando o machado
cortou a cavidade onde era guardado o coração do dragão, despertando a fúria
não só de um dragão como de todo o povo draconiano. Fugiu, com as chamas
perseguindo-o, refugiou-se nas minas, onde permaneceu dias a finco, fugindo
então sem que o dragão percebesse. Dando falta do jantar preso na mina, o
dragão se enfureceu e declarou Thril um ser maldito, que deveria ser caçado
pelos dragões, e assim foi feito, Thril é eventualmente atacado por uma fera
draconiana. De alguma forma, nunca virou jantar deles, sua sorte maravilhosa
sempre o manteve fora de tais perigos, porem ele não confia tanto assim e sempre
trata de fugir.


Thril foi em
direção à Rohan, e na jornada conheceu um ser abrigado nas florestas, ele
ensinou o anão quais tipos de fungos, plantas e frutas poderiam ser comidas e
quais não poderiam. Thril aprendeu a reter energia, e a se fazer um ser de
vigor inigualável, uma propriedade já de sua raça. Isso o faria resistir às
maiores ou menores temperaturas, e poderia levar-lhe a qualquer lugar do mundo.





{OFF: Ok ok, to sem inspiração, isso
aqui deve estar no mínimo aceitável.}



Equipamento:
Armadura Peitoral, Aço e ligas de Mithril, flechas não
podem penetrar facilmente na armadura, a não ser no lado direito onde tem uma
falha na forja.


Machado de Guerra, Machado de duas
laminas, pesado e só pode ser manuseado com as duas mãos livres, temperado eliminando
a possibilidade de quebrar em batalha


Elmo Forjado, Elmo de aço, que protege
de golpes e flechas.


{off: Equipamentos realmente com qualidades
um pouco acima do normal, espero avaliação da ADMIN}





Outros:
Marreta, para serviços de reparos em sua armadura e talvez em armaduras de companheiros.



Status de Luta (32 pontos distribuídos)


Mira: 2
Habilidade: 16
Destreza: 14



Atributos

Os Personagens possuirão 80
pontos para distribuir em seus oito Atributos da maneira que desejarem.

Os Atributos devem ser distribuídos de acordo com a sua
concepção do Personagem. Como você imagina que ele é? Forte como um touro, ou
magro e franzino? Inteligente? Um perito em acrobacias? Os Atributos servem
para colocar suas idéias no mundo imaginário de sua Campanha... Coloque estes
valores ao lado de cada Atributo correspondente.







Con : 28

Agi: 9
Int : 9

Will: 18
Per: 12
Car : 4

Pv´s (pontos de vida): 100

obs: todos os personagens começam com 100 pontos de vida,
a cada ferimento ou perda de sangue ele perde de 1 a 10 pontos de vida
dependendo da extensão dos ferimentos, ao chegar a -1 pv, você perderá os
sentidos, ao chegar a -5 pv´s você morrerá se ninguém fizer nada.

Termo de Responsabilidade:

Eu Eric, concordo que este fórum pode conter relatos que
contenham violência, sexo, contos que envolvam terror, morte, sendo assim
concordo que meu personagem Thril está de acordo com as regras, e que também
meu personagem pode vir a se ferir e machucar, de acordo com suas ações e
aventuras propostas pelo mestre em questão.
Sendo assim eu Eric concordo que o não cumprimento ou
exceder das regras e após 3 advertências da administração serei julgado pela
supre corte do Clã das Sombras, podendo ser até
esmo expulso do RPG em questão acarretando a doação ou morte do meu personagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Thril, o Anão
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
lostworld :: História :: Fichas- poste a sua aqui-
Ir para: